4.10.10

Liberdade, liberdade abre as asas sobre nós!

Se o fundamentalismo conduz ao erro é previsível ser testemunha da febre vermelha que assola o país. Não tenho partido e tampouco me prostituo por cargos comissionados. Sou a favor da voz da igualdade num jogo político tão de$igual. O facciosismo nesses tempos eleitorais fez com que eu me vestisse de descrença. Os valores foram todos escoados pelo ralo. Antes de defender a candidata 'preferida' à presidência e fazer valer suas propostas, seus eleitores mais preocuparam-se em atacar os oponentes com declarações explícitas de pequenez. Muito me admira ver 'pai de família' exercer a infantilidade egóica de dar chiliques em redes sociais sem perceber que, nesse instante, está cuspindo pra longe o respeito a liberdade de expressão. Como se fazer ouvir se não sabe escutar? Como se existisse uma verdade absoluta! Onde está a democracia?
Dona D. é isenta de qualquer defeito, desconfio nem ter celulites tamanha idoneidade. A melhor em todos os debates, disparada a melhor! Galopa como puro sangue molusco. Aiou Silva!
A cidade está imunda e a ladainha continua por mais um mês. Nunca desconfiem do poder da oração, foi ela que trouxe o descabido 2º tempo. De nada adiantou tantos megafones cantando vitória. Já não se tem Nostradamus como antigamente.
E vi tanto policiamento em frente ao palco armado para comemorar o 'campari' (enquanto as satélites sofrem por falta de segurança), vi tanto confete (e nem é carnaval), ouvi tantos planos individuais (quando se deveria pensar no coletivo)... E NUNCA ANTES NA HISTÓRIA DESSE PAÍS tantos rabinhos foram enfiados entre as pernas. E a onda do Mar vai ser suplício para Iemanjá!

2 comentários:

Luciana disse...

Adorei !! Essa minha maninha vai longe !!
Bjuss

carmen silvia presotto disse...

Anna, teria sido melhor tudo acabar na segunda-feira, porém, como dizes mais um mês de blá-blá...

Um beijo e parabéns pelo forte depoimento, algo que nos inquieta a seguir em busca da Dona D.