12.8.10

FLOR DE FOGO

Chegou
Miudinha
Numa noite
De maio,
Trouxe palavras

Levantou
Sol
Noutro dia
De chuva,
Abriu janelas

Adorou
Meus olhos
Em hora
De vazio,
Houve fogueira

Aportou
Mares
No momento
De fuga

Floriu desertos



4 comentários:

Marcio Nicolau disse...

Germinante poesia.

Lídia Benjamim disse...

Maio, afinal, é mês das noivas.

Cristiano Contreiras disse...

É cada verso teu exercendo pura beleza! te sigo.

Marcio Nicolau disse...

Só pra agradecer o comentário no InterTextual.

Valeu mesmo.