16.9.10

ENCANTO


A Guanabara não está aqui

Mas a imensidão
Que me cativa
Salta dos olhos
Dela
Direto para os meus

Desejos
Benquistos

Vejo
No escuro
De suas pupilas
O brilho
Raro

O piano
Ainda não tocou
E já me encanta

7 comentários:

Marcio Nicolau disse...

poema bossa nova.

Lindo.

carmen silvia presotto disse...

Teus versos deNotam o enCanto.

Um beijo carnhoso, Anna.

Carmen Silvia Presotto

Saulo Taveira disse...

Ai, a Guanabara!!!
Músicas, bossa nova, músicas, mundo, músicas, alegria, músicas, contemplação...

Beijos.

Saulo Taveira disse...

Ei moça...

Supresinha no meu blog pra ti.
Só a primeira de algumas que virão.

Beijos.
Bom fim de semana.

António Rosa disse...

Vim até aqui por indicação do Saulo, do «Partitura» para conhecer o seu blogue. Música, música, é sempre um bem para a alma.

Abraço,

António

Pérola Anjos disse...

Poesia em bossa, nova, velha, sempre...

Anna, estou em visita aos blogs indicados pelo querido Saulo ao selo de ouro e fiquei encantada com a sua poesia, com a sua sensibilidade.

Beijos!

Angelo Augusto Paula do Nascimento disse...

Vi a indicação do seu blog em outro blog que sigo. Realmente vc escreve lindamente. Sigo-te. Abração