29.10.07

UMA CONCLUSÃO


A janela semi aberta
Clareia

Um rastro
de luz Sobre o caderno


O caderno meio aberto
Revela

Um pedaço
de mim Sobre a cama

A cama ee abre toda
Abraça

Me abraça
de cobertas
Descobertas

2 comentários:

David_taba disse...

Ohh, muito boa a poesia!
O blog é lindo, frases quentes, reflexivas, um mergulho no abstrato sopro que é a vida!!
BEijO!!

Anônimo disse...

Olá!
Vi seu comentário no blog da marcia Tiburi. Achei-o bem criativo e bonito. Mabel