11.7.11

NUM DIA QUENTE

O sol
A pino,
A óleo,
Pinta a tarde

Nao me douro
Pois do céu
Me cubro
Azul

De sombra.

6 comentários:

carmen silvia presotto disse...

me lembro de Van Gogh em suas noites estreladas de azul...

Beijos.

carmen.

Nielson Alves disse...

Tua poesia é linda,
parabéns pelo tamanho dá sua alma!

Patrícia ♥ disse...

adorei aqui!!

estou seguindo..
retribui??

beijos
http://pathyoliver.blogspot.com
http://momentosdapathy.blogspot.com

Lua Nova disse...

Não há sombra onde vc está, pois tua alma é pura luz...
Belíssimo!
Tomei a liberdade de publicar um poema teu em meu blog branco. Eu o fiz como uma homenagem e espero que vc goste. Em caso contrário, avise-me.

Beijokas.

http://empoucaspalavrasalheias.blogspot.com/

VELOSO disse...

TUDO DE BOM EM TUDO E SEMPRE!

Pistis disse...

Belo Anna
Não pare nunca.