18.4.11

PAZ

No meus braços

Dorme

O sono dos anjos,


Privilégio das crianças


No meu canto

Admiro,


Concessão ávida


E a quietude

O momento

Balança.

3 comentários:

Nielson Alves disse...

Durmo dentro do teu poema, para acordar em ti!

Beijos e aplausos

carmen silvia presotto disse...

Inquietos são os momentos pacíficos, lúcidos as inquitudes diárias... e, assim, balançamos os dias!!

beijos,

Carmen.

Luciana disse...

Privilégio dos seus sobrinhos,Vinícius,Dandhara,Rodrigo e Giovanna !!!! Como é bom ser criança e ter a tia Gody por perto.
Bjusss