28.5.09

TRILHOS



Entrará num expresso
De velocidade
Oscilante

Percorrerá outros
Olhares
Sinais
Céus
Que se espalham
Acolá

Sentarei à espera
Esperarei
Esperarei
Esperarei
...

Retornará
No vapor
Azul
De tanto mar
Grego
Retornará

Abrirei os braços
Sorrisos
Portas
Do verbo escancarar

Ah!
Esse inverno fechará cicatriz

5 comentários:

yoko disse...

a espera é aliada da saudade. andas sempre unidas. as palavras são simpaticas, o sentimento é estranho.

engraçado, sempre que te vejo parece que o mundo fica alanranjado... será por causa da cor do blog?!?

hahah

é sério... =)
beijo annaaaka!

Umma disse...

Eu sou vento
de alguma regiao fantastica.
sou meio rosa, meio lilas...


adorei os textos.

Luiz Calcagno disse...

É um canto torto feito faca... Esperaremos. Tum balalai, tum balalai, tum balalaika! Tum balalai, tum balalai, tum balalaika!

Um beijo

Lídia Benjamim disse...

tictactictactictactictacpiuíííííí!

mi disse...

o tempo para curar, há de vir, há de vir...