15.4.08

MY BLUEBERRY NIGHTS



Na boca
Sobressai
O gosto do beijo
Roubado
Na sutileza
De uma noite
Azul

Feche os olhos
Abra os olhos
Quantas imagens
No piscar?

Os quilômetros
Estão para o ano
Assim como
A fruta
Está para a pausa

O copo
Sempre cheio
(De música)

O coração
Sempre vazio
(De certeza)

Doce espera
Que agoniza
A sorte
Marcada

2 comentários:

Perdita disse...

Coração só tem certeza que gosta.
E confesso que já aconteceu do meu não ter nem isso.

*ao ler seus poemas fico pensando quais estórias estariam escondidas nas suas palavras.

Juliana disse...

Antes era o vazio que andava cheio do nada.
Agora tudo anda cheio de vazio...